CORONAVÍRUS: MEDIDAS DE PREVENÇÃO

Com o avanço do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, o Ministério da Saúde e os governos estaduais e municipais estão divulgando recomendações e ações que as autoridades e a população em geral devem adotar de agora em diante.

 Conforme anunciado pela Ministério da Saúde (www.saude.gov.br/coronavirus) para evitar a proliferação do vírus, recomenda-se medidas básicas de higiene, como lavar bem as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com água e sabão, e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las.

 Além do sabão, outro produto indicado para higienizar as mãos é o álcool gel, que também serve para limpar objetos como telefones, teclados, cadeiras, maçanetas, etc. Para a limpeza doméstica recomenda-se a utilização dos produtos usuais, dando preferência para o uso da água sanitária (em uma solução de uma parte de água sanitária para 9 partes de água) para desinfetar superfícies.

 Utilizar lenço descartável para higiene nasal é outra medida de prevenção importante. Deve-se cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Também é necessário evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

 Para a higienização das louças e roupas, recomenda-se a utilização de detergentes próprios para cada um dos casos. Destacando que é importante separar roupas e roupas de cama de pessoas infectadas para que seja feita a higienização à parte. Caso não haja a possibilidade de fazer a lavagem destas roupas imediatamente, a recomendação é que elas sejam armazenadas em sacos de lixo plástico até que seja possível lavar.

 Se você possui uma doença crônica ou é idoso, evite grandes aglomerações e só vá a postos de saúde ou ambientes hospitalares em casos de necessidade, ligue para os telefones da vigilância sanitária.

 Outro ponto importante é a questão da vacinação contra gripe, que apesar de não imunizar contra o coronavírus (Sars-Cov-2), imuniza contra outros tipos de influenza o que fortalece o organismo e sobrecarga do sistema respiratório em casos de contaminação cruzada com coronavírus e outros tipos de gripe. Para tanto a SIM está trabalhando na sua Campanha da Vacinação Antigripal, a qual deve se iniciar assim que tivermos os acertos com as clínicas, sendo imediatamente informada a todos por boletim específico.