domingo, maio 22, 2022
InícioNotíciasCoronaEMOÇÕES E COMPORTAMENTO ALIMENTAR

EMOÇÕES E COMPORTAMENTO ALIMENTAR

Você já se percebeu, diante de uma situação difícil, usando a comida como fonte de conforto? E diante de uma situação alegre, chamou os amigos para aquele churrasco?

Muitas vezes por uma questão cultural, atribuímos sentimentos ao ato de comer. Na alegria comemos para comemorar e na tristeza para nos confortar. Mas esses comportamentos tornam-se um problema quando comer é a única alternativa em que temos para lidar com nossas emoções no dia-a-dia.

A comida pode nos acalmar, nos tranquilizar, mas não irá resolver nossos problemas. É preciso escutar e entender o que estamos sentindo, olhar para nossos sentimentos com acolhimento, sem a cobrança e imediatismo que tudo se resolva logo.

Nesse período em que estamos reclusos em casa, haverá mais tempo de estar conosco, de nos conhecermos melhor, nossas reações e impulsos.

Observe-se e não deixe que esse momento seja um gatilho para que você se exceda no consumo alimentar.  Observe sua fome, pergunte-se “é fome ou vontade de comer?”

Se você já conseguiu se perceber, aproveite para driblar esse comportamento com algumas ações como as sugeridas abaixo:

 

– Mantenha a distância física, mas não se “isole”, converse com amigos. Sabe aquela ligação que você nunca arranja um tempo para fazer? Ligue, faça videochamadas, mande mensagens, converse, “jogue papo fora”, filosofe, desabafe!

– Admire as próprias conquistas, escute músicas, dance, alongue-se e medite.

– Use esse tempo para estar consigo mesmo, cuide do seu corpo com carinho.

– Se ficar angustiado, escreva o que está sentindo num papel, isso pode te ajudar a organizar as ideias.

– Reconheça os momentos difíceis e divida-os com alguém que seja empático. Caso não tenha com quem conversar, existem vários serviços de psicólogos on-line que estarão disponíveis para ouvi-lo.

– Se permita esse tempo, perceba-se, observe e busque dentro de você o que te faz feliz além daquela comida gostosa.

– Conheça novas possibilidades e conheça novos prazeres

 

Rosemeire Cristina Romanello – Nutricionista CRN 10-n° 5442

 

FONTE: GATDA (Grupo de Apoio dos Distúrbios Alimentares e da Ansiedade). Disponível em <http://gatda.com.br/index.php/category/comer-com-conscienciamindful-eating/>. Acesso em 20 de março de 2020.

FOME EMOCIONAL?  Disponível em < http://www.euvejo.vc/fome-emocional-sim-pode-ser-que-ela-te-acompanhe-e-voce-nem-saiba-que-ela-existe/> . Acesso em 20 de março de 2020. Recupere a sua consciência alimentar e liberte-se da fome emocional. Disponível em <https://www.sophiederam.com/br/comportamento-alimentar/liberte-se-da-fome-emocional/>. Acesso em 23 de março de 2020.

ASSUNTOS RELACIONADOS